Bate-papo sobre a história

O que rolou na contação de “Quero abraço, o que é que eu faço?

lesmaAntes de montar a história “Quero abraço, o que é que eu faço?” com crianças de uma turminha de 5 e 6 anos, contei a história, mostrando as imagens e fazendo uns questionamentos. Por se tratar da história de uma lesma que está triste por não ganhar um abraço da mãe, perguntei por que será que a mãe não a abraçava. Naturalmente, porque não tinha braços, algumas responderam, mas imediatamente surgiram ideias ótimas comprovando que as lesmas poderiam sim, se abraçar:

“É só ela encostar na filhinha assim, ó!” (fez demonstração na sala, com os bracinhos pra trás).

“Muito fácil, tia! A mãe dela podia se enrolar com ela.” (mostrou entrelaçando os braços).

“Ou elas podiam ficar assim…” (fez uma posição de equilíbrio com a barriga no chão e as pernas, juntinhas, suspensas).

Essa é só uma demonstração da importância de dar espaço para as crianças opinarem, pensarem em soluções, se expressarem. Uma simples história abre espaço para a criatividade, para reflexões, para o senso crítico e para que muitas ideias surjam!

Deixe um comentário

error: Aulas Teatro Infantil - Todos os direitos reservados por Marcela Galvão. aulasteatroinfantil.com. Agradecemos caso tenha gostado e queira compartilhar nossos links de conteúdo através de suas redes sociais.